acessi
bilidade
Finalidade do Projeto
Com a finalidade de incluir pessoas com deficiências físicas ou com mobilidade reduzida a trilhas do Rio de Janeiro, a Rio Radical criou o projeto “acessibilidade”. Tudo foi possível graças à cadeira adaptada “Julietti”, desenvolvida pelo Montanha Para Todos. Exemplares da cadeira foram distribuídos a diversos parques do Brasil. A cadeira carioca se encontra no Parque Nacional da Tijuca, a utilizamos em nossas trilhas de inclusão. O acesso à cadeira é concedido a pessoas que solicitam a sua utilização, com data de retirar e de devolução.

Buscamos eliminar as barreiras das dificuldades de locomoção em que muitos vivem. Além disso, possibilitar o contato com a natureza e com a paisagem vista nas montanhas. Nosso prazer é trazer sorrisos aos que participam deste projeto: cadeirantes, amigos, familiares e pessoas que se mobilizam neste ato de acessibilidade. Como disse uma das idealizadoras da cadeira adaptada, Juliana Tozzi, “tudo é possível, basta determinação, adaptação e amigos”.

Locais que ocorrem as trilhas de inclusão
Pedra Bonita, no Parque Nacional da Tijuca, Pedra do Telégrafo, no Parque Estadual da Pedra Branca, Caminho Dom Pedro Augusto, no Parque Nacional da Tijuca, são alguns exemplos de locais possíveis de realizar trilhas de inclusão. Este último, Caminho Dom Pedro Augusto, trata-se de uma trilha adaptada, construída para fins de acessibilidade. Conta com um percurso curto, na sombra da vegetação e possui área de embarque e desembarque para o cadeirante.

Saiba mais sobre o projeto acessibilidade
As trilhas ocorrem em locais que não apresentam trechos de alto nível de dificuldade. E é sem fins lucrativos! Para realizar o evento, mobilizamos a equipe da Rio Radical, os amigos e familiares dos cadeirantes e também voluntários para o evento.

O dia destinado a caminhada conta com o apoio dos envolvidos para tornar o passeio agradável a todos. Para tanto, ocorrem rodízios para transportar o cadeirante pela trilha, assim não fica sacrificante aos que ajudam. Também contamos com lanche comunitário, cada pessoa leva um alimento para realizarmos uma confraternização.

Deseja realizar ou conceder este passeio a algum cadeirante? Basta entrar em contato conosco, contar um pouco da história e marcar a melhor data para o encontro na montanha.

Deseja ser um voluntário? Basta manifestar seu interesse e nos ajudar a quebrar as barreiras da locomoção e a promover a inclusão na montanha.

“Meu Miguel tem PC e Autismo.E por ter fascínio pelo verde, optamos pela
experiência de uma trilha
adaptada na floresta da Tijuca. Agradecemos imensamente a família Rio Radical pelo carinho, disponibilidade e atenção. Foi um dia único pra ele!”

Vanessa Bezerra

Mãe do Miguel, Trilha Caminho Dom Pedra Augusto

“Realizar a trilha da Pedra Bonita ajudou a quebrar muitas barreiras. Pude estar em contato com a natureza, sob 696 metros de altitude. Agradeço a todos que me ajudaram e tornaram este passeio possível: amigos, @rio_radical, @montanhaparatodos, @harpia_consulting e @bodycoachcluba.” Jean Sampaio

Trilha Pedra Bonita